quinta-feira, 17 de novembro de 2011

VEM AÍ... REVEILUAU 2012


UM ANO NOVO PARA TODO MUNDO.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cinema Pé na Estrada

É com muita satisfação que venho postar essas fotos. Nesse final de semana o Projeto Cinema Pé na Estrada vai estar em Tarituba... já passamos pela Praia Grande, Graúna, Barra Grande e São Roque.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Definição de filho por José Saramago


"Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo".

Encontros de Paraty na Casa da Praça


Associação Casa Azul organiza ciclo de palestras e debates sobre a identidade e o rico patrimônio cultural da cidade

Encontros de Paraty vai reunir personagens expressivos do cenário cultural da cidade para falar da cultura popular paratiense, sua evolução e estratégias de promoção e preservação deste patrimônio no século XXI.

A programação tem início no próximo dia 29 de setembro na Casa da Praça.

29 de setembro
José Kleber, o ciclo do cinema em Paraty e sua herança Convidados - Helio Braga e Luis Perequê

A presença do cinema em Paraty foi fundamental na construção de nossa identidade cultural. Essa história será contada por dois palestrantes que viveram esse período
e conviveram com poeta José Kleber que acolheu o cinema brasileiro na cidade, na época da ditadura.

Helio Braga atuou em diversos filmes, como Brasil Ano 2000, de Walter Lima Junior, e Mãos Vazias, de Luiz Carlos Lacerda, junto com Leila Diniz e José Kleber. Já nos filmes Como era gostoso o meu francês, de Nelson Pereira dos Santos, e Anchieta José do Brasil, de Paulo Cesar Saraceni, trabalhou como artista plástico, realizando a pintura corporal dos atores.

Luis Perequê, poeta, cantor e compositor paratiense, hoje, é o principal interlocutor da cultura caiçara que busca o equilíbrio entre o respeito à diversidade e o intercâmbio dos conteúdos culturais que constituem o patrimônio da humanidade. Ativista cultural, Luís Perequê fundou o Silo Cultural José Kleber em Paraty, espaço que se propõe a revelar talentos locais e a preservar e divulgar a cultura caiçara.

Os Encontros de Paraty serão gravados e reunidos em um DVD que ficará disponível ao público em geral, mas especialmente para a rede escolar de Paraty, para ser utilizado em pesquisas e como suporte pedagógico em Educação Patrimonial.

Participem!

Encontros de Paraty
Pogramação

29 de setembro
José Kleber, o ciclo do cinema em Paraty e sua herança
Convidados - Helio Braga e Luis Perequê

A presença do cinema em Paraty foi fundamental na construção de nossa identidade cultural. Essa história será contada por dois palestrantes que viveram esse período
e conviveram com poeta José Kleber que acolheu o cinema bradsileiro na cidade, na época da ditadura.

11 de outubro
A origem e a tradição do Bloco da Lama
Convidados: Lucio Assis, Marcelo Assis e Giancarlo Mecarelli

O Bloco da Lama, que nasceu de um movimento social, é, atualmente, patrimônio cultural local e, através das lentes do fotógrafo Giancarlo Mecarelli, transformou-se em
uma bela exposição. Este encontro tem como objetivo ressaltar a importância do registro fotográfico para a preservação e divulgação da nossa cultura.

19 de outubro
A Eco TV e o patrimônio cultural de Paraty
Convidados: Nena Gama, Lia Capovilla e Themis Corrêa

Nesse encontro se discutirá a o papel da Eco TV e a importância dos meios de comunicação na valorização e perpetuação do patrimônio cultural de Paraty. Como as redes sociais estão tratando esse tema em nossa cidade e como garantir a qualidade dessa discussão na Internet

2 de novembro
3x Cultura – A Ciranda ontem, hoje e amanhã
Convidados: Leônidas Passos, Leandro Campelo e Zé Malvão

A tradicional Ciranda, forte marca da cultura de Paraty, convive com a modernidade da Ciranda Elétrica, como uma forma singular de valorização e perpetuação desse patrimônio cultural.

9 de novembro
A poesia e o teatro em Paraty
Convidados: Flávio Araújo, Themilton Tavares e Ovídio Poli

A poesia está presente em cada canto de Paraty. Como ela inspira os autores e atores locais? Como ela se relaciona com a imagem e como esse olhar sensível
contribui para a valorização da nossa identidade, uma vez que podemos dizer que a literatura e o teatro fazem parte do patrimônio cultural de Paraty.

Local: Casa da Praça
Praça da Matriz ao lado da sede do IPHAN-Paraty
Horário: das 18hs às 20hs

Contato e informações: luara@casaazul.org.br


Realização: Associação Casa Azul


Luara de Araújo Marques
Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP
Associação Casa Azul
Alameda Princesa Isabel, 2
Pontal, Paraty - RJ
T + 55 24 3371 7082
luara@casaazul.org.br
www.flip.org.br

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Movimentações Partidárias

Em pleno vapor, todos os seguimentos da política de Paraty estão em articulação. O Partido dos Trabalhadores PT larga na frente pois tem diversos apoios tando na majoritária como na proporcional. Está havendo uma união das pessoas em prol de um projeto sério e de longo prazo. A renovação na Câmara do Vereadores também é necessária. Paraty precisa entender que a Prefeitura não poder ser um grande cabide de empregos, é preciso sim estudar para passar no concurso e crescer como funcionário de carreira, mas o que realmente será importante para o município é: a criação de novas oportunidades de empregos estimulados por novas empresas em parceiria com a Prefeitura.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Lançamento de Video sobre Paraty

Cineclube Paraty

Programação de setembro


CASA DA CULTURA - 3as.-feiras - 20 hs

dia 6 - Mostra Arco Íris apresenta O CLOSET (Le Placard)

Direção de Francis Veber (França, 2001, 1h25m, 14 anos)
Comédia. Após ser abandonado pela mulher, rejeitado pelo filho, desprezado pelos colegas, François ainda tem de encarar a iminência do desemprego. Sua sorte começa a mudar quando, à beira do suicídio, é salvo pelo novo vizinho, um ex-psicólogo de empresa que o aconselha a "sair do armário". Sugerindo, por uma fotomontagem, sua homossexualidade, o introvertido François verá seu emprego garantido pelo medo do chefe de ter sua fábrica de camisinhas boicotada pelo movimento gay.


dia 13 - VALSA COM BASHIR (Vals Im Bashir)

Direção de Ari Folman (Israel e outros, 2008, 1h30m, 18 anos)
Animação. Inspirado em fatos reais, conta o retorno de um homem a seu próprio passado há muito esquecido. O cineasta Ari Folman, um veterano israelense da 1ª Guerra do Líbano, encontra um velho amigo que sofre com pesadelos do conflito. Ari começa a imaginar se suas próprias memórias estão crivadas por falhas. Num esforço para descobrir a verdade, ele procura velhos amigos e ousa confrontar-se com os horrores da guerra.


dia 20 - Mostra Belas Artes apresenta ARQUITETURA DA DESTRUIÇÃO(Undergågens Arkitektur)

Direção de Peter Cohen (Suécia, 1992, 2h, 14 anos)
Documentário. Consagrado internacionalmente como um dos melhores estudos já feitos sobre o nazismo no cinema, o filme lembra que chamar a Hitler de artista medíocre não elimina os estragos provocados pela sua estratégia de conquista universal. O veio artístico do arquiteto da destruição tinha grandes pretensões e queria dar uma dimensão absoluta à sua megalomania.


dia 27 - THELMA E LOUISE

Direção de Ridley Scott (EUA, 1991, 2h09m, 14 anos)
Aventura.Thelma (Geena Davis) é uma dona de casa entediada, e Louise (Susan Sarandon) é garçonete em busca de aventura. Juntas elas partem em um Thunderbird 66 conversível para uma viagem de três dias. No entanto, um
incidente transforma a inocente fugidinha de fim de semana em uma fuga através do país, que muda suas vidas para sempre.


SALA IPHAN - 4as.-feiras - 16 hs


dia 7 - O MILAGRE DE SANTA LUZIA

Direção de Sérgio Roizenblit (Brasil, 2008, 1h45m, livre)
Documentário. Nesta homenagem a Luiz Gonzaga (nascido em 13.12. - dia de
Santa Luzia - de 1908), o sanfoneiro Dominguinhos mostra que 'todo pé
de serra tem um sanfoneiro, tem um zabumbeiro, tem um tocador'.


dia 14 - ETNODOC 2009

documentários etnográficos sobre o patrimônio cultural imaterial brasileiro (1h50m)
EU TENHA A PALAVRA - dir. Lilian Solá Santiago, SP
VENTO LESTE - dir. Joel de Almeida, BA
QUINDIM DE PESSACH - dir. Viviane Lessa Peres, SP
A ARTE E A RUA - dir. Carolina Caffé e Rose Satiko G. Hikiji, SP


dia 21 - ETNODOC 2009

documentários etnográficos sobre o patrimônio cultural imaterial brasileiro (1h50m)
KUSIWARÃ JARÃKÕ - OS DONOS DOS GRAFISMOS, ARTE E SABERES WAJÃPI - dir. Gianni Maria Puzzo
O ÚLTIMO RASTRO - dir. Marcus Antonio Moura Tavares, CE
JOÃO DA MATA FALADO - dir. Ana Stela de Almeida Cunha, MA
DONA JOVENTINA - dir. Clarisse Kubrusly e Milena Sá, RJ


dia 28 - SAMBRA RIACHÃO

Direção de Jorge Alfredo (Brasil, 2001, 86m, livre)
Documentário. Aos 80 anos de idade Riachão é o cronista musical da cidade de Salvador, tendo vivenciado todas as transformações pelas quais passou a música popular brasileira e os meios de comunicação no decorrer do século XX. É através das histórias deste cronista que o filme apresenta um relato histórico da MPB.


dia 30 - Cinezona apresenta BICHO DE SETE CABEÇAS

(6a-feira, 18 hs, sessão extra realizada em parceria com o Ponto de Cultura da Casa Azul)
Direção de Laís Bodanzky (Brasil, 2001, 1h14m, 14 anos)
Drama. Uma viagem ao inferno manicomial. Esta é a odisséia vivida por Neto, um jovem de classe média baixa que leva uma vida comum até o dia em que o pai o interna em um manicômio depois de encontrar um cigarro de maconha em seu bolso. O fato é a gota dágua que deflagra a tragédia na família.


PÉ DA SERRA - PONTE BRANCA - 5as-feiras - 19 hs


dia 1 - BOLEIROS, ERA UMA VEZ O FUTEBOL

(Brasil - 1998 - 1h37min)
Ex-jogadores de futebol se encontram para relembrar antigas e curiosas histórias do tempo em que atuavam nos gramados.


dia 8 - SELEÇÃO DE CURTAS DE ANIMAÇÃO

(Brasil - 1h15min)
Seleção de curtas-metragens nacionais de animação.


dia 15 - CANTANDO NA CHUVA

(EUA - 1952 - 1h43min)
Musical. Ator e atriz de sucesso do cinema mudo se preparam para o primeiro filme falado. A atriz tem voz horrível e precisa ser dublada.


dia 22 - OS MATADORES

(Brasil - 1997 - 1h33min)
Policial. Matadores conversam e revelam uma história intrigante em que é difícil encontrar culpados e inocentes.


dia 29 - DO QUE AS MULHERES GOSTAM

(EUA - 2000 - 2h06min)
Comédia. Solteirão convicto (Mel Gibson) sofre acidente e passa a ouvir os pensamentos das mulheres.



www.cineclubeparaty.org.br
Filiado a Ascine-RJ e ao
CNC -Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Resultado Final da Enquete no Blog do Zé Pital

Quero agradecer a todos que votaram na enquete. Segue abaixo o resultado final. Estou muito feliz com a votação.


Abraços.
Rômulo Diniz

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Atribuições de um Vereador


Os Vereadores têm quatro funções principais:

◦Função Legislativa: consiste em elaborar as leis que são de competência do Município, discutir e votar os projetos que serão transformados em Leis buscando organizar a vida da comunidade.

◦Função Fiscalizadora: O Vereador tem o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidar da aplicação dos recursos, a observância do orçamento. Também fiscaliza através do pedido de informações.

◦Função de Assessoramento ao Executivo: Esta função é aplicada as atividades parlamentares de apoio e de discussão das políticas públicas a serem implantadas por programas governamentais, via plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei orçamentária anual(poder de emendar, participação da sociedade e a realização de audiências públicas).

◦Função Julgadora: A Câmara tem a função de apreciação das contas públicas dos administradores e da apuração de infrações político-administrativas por parte do Prefeito e dos Vereadores.

Como podem ver, o VEREADOR é a pessoa eleita pelo povo para vigiar, ou cuidar do bem e dos negócios do povo em relação à ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, ditando as leis (normas) necessárias para esse objetivo, sem, contudo, ter nenhum poder de EXECUÇÃO ADMINISTRATIVA. Portanto, não pode prometer, já que não tem poderes para cumprir e/ou realizar obras, resolver problemas da SAÚDE, da EDUCAÇÃO, do ESPORTE, da CULTURA, do LAZER, do ASFALTO, do MEIO AMBIENTE, do TRÂNSITO, dos LOTEAMENTOS e CASAS POPULARES, etc. Poderão, todavia, somente auxiliar a Administração nesses objetivos, por meio de Indicações e/ou Requerimentos, mesmo porque, tanto o PREFEITO como o VEREADOR só podem fazer aquilo que a LEI DETERMINA, MANDA, AUTORIZA.


Perguntas e Respostas:

Quem manda mais na cidade, o Prefeito, o Vereador ou o Juiz?

Nenhum manda mais do que o outro.

Pela Constituição Federal, no artigo 2.º, diz que: “São Poderes da união, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário”.

O LEGISLATIVO, que vota e fiscaliza a aplicação das leis, o EXECUTIVO, que executa as leis e o orçamento votados pelos Vereadores, e o JUDICIÁRIO, que serve para resolver qualquer litígio.

Existe ainda o Ministério Público que, através de suas Promotorias, se constituem os defensores da sociedade. Qualquer irregularidade pode ser denunciada ao Promotor de Justiça, que analisará o caso e, conforme for o seu entendimento poderá ajuizar a devida ação na defesa dos interesses coletivos que, posteriormente, será decidida pelo Poder Judiciário.

Só os Vereadores propõem as leis?

Não, tanto os Vereadores como o Prefeito podem apresentar Projetos de Lei que são encaminhados à Câmara de Vereadores para serem votados. Uma vez aprovados pelos Vereadores e sancionados pelo Prefeito, transformam-se em Lei.

Um Projeto de Lei pode ter iniciativa popular, sendo proposto por um número mínimo de 5% dos eleitores do Município.

Os Vereadores não podem apresentar Projetos que originem despesas em geral, criação de cargos públicos e outros cuja matéria verse sobre patrimônio. Tais projetos devem ter a iniciativa do Poder Executivo e votados pelos Vereadores.

O que é mesmo esta tal de Lei Orgânica?

As regras legais do País e do Estado estão escritas e agrupadas em suas Constituições.

Nos Municípios a “Constituição Municipal” é a chamada Lei Orgânica.

Esta Lei disciplina os assuntos de economia interna do Município, observadas as peculiaridades locais, bem como sua competência comum, estabelecendo as regras do processo legislativo e regulamentando as matérias orçamentárias.

O que é o Regimento Interno da Câmara Municipal?

É a Resolução (estatuto) que fixa e determina a constituição, estrutura, atribuições, competências e funcionamento da Câmara Municipal de Vereadores. Portanto, é um instrumento normativo produzido pelo Poder Legislativo que define as atribuições dos órgãos da Câmara, do processo legislativo, da tramitação dos documentos, sujeitos à apreciação da casa.

O que acontece depois de um Projeto de Lei ser aprovado na Câmara?

Após aprovado, o Projeto de Lei é enviado ao Prefeito para que sancione (aceite) e promulgue (a lei é declarada válida, devendo ser cumprida), assinando-a e publicando-a na forma em que determina a Lei Orgânica. Se o Prefeito não assinar em 15 dias, o Presidente da Câmara promulga o Projeto de Lei e publica, passando a valer como Lei.

O Prefeito pode não aceitar um Projeto de Lei aprovado pelos Vereadores?

O Prefeito pode vetar parte do Projeto ou todo ele. Neste caso, o Projeto retorna para a Câmara de Vereadores onde será discutido e votado o veto e as razões que levaram o Prefeito a vetá-lo.

Se o Prefeito não seguir uma Lei o que faz o Vereador?

Caso o Poder Executivo não siga uma Lei, o Vereador primeiramente deve notificar o Prefeito, através de um Pedido de Providência, para que seja normalizada a situação. Caso não haja correção do problema, o Vereador, assim como qualquer cidadão, pode encaminhar o problema para o Ministério Público para que por força judicial, obrigue ao Prefeito a fazer cumprir a Lei, sob pena de responder civil e criminalmente pelos seus atos.

Os Vereadores recebem dinheiro para ajudar as pessoas?

Não, os Vereadores recebem apenas o subsídio mensal. Eles auxiliam os necessitados e
aqueles em situação de risco social, bem como qualquer cidadão. Fazem por solidariedade e não por obrigação. Inclusive, durante a campanha eleitoral, se um candidato a vereador pagar contas de água, luz, imposto, remédios, gás, etc. e for denunciado e comprovada a denúncia, terá seus direitos políticos cassados.

Os Vereadores podem ser convidados para reuniões em clubes, associações, etc.?

Claro, a comunidade deve utilizar-se o máximo possível daqueles que são seus representantes legítimos. Sempre que houver alguma reunião que tenha importância para a comunidade, é muito útil a presença dos Vereadores.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Resultado Atualizado da Enquete no Blog do Zé Pital

Quero agradecer a todos que votaram na enquete no Blog do Zé Pital, um Blog respeitado por suas publicações. Segue abaixo o resultado parcial... faltam 11 dias para o final da enquete! Quem não votou ainda tem tempo. Abraços


www.zepital.blogspot.com www.zepital.blogspot.com

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Vote RÔMULO DINIZ na enquete do Blog www.zepital.blogspot.com

Sou um possível pré-candidato a vereador de Paraty nas eleições de 2012.
Estou participando da enquete que o Zé Pital está fazendo em seu blog(www.zepital.blogspot.com). Conto com seu apoio!!!

FALTAM 25 DIAS PARA FINALIZAÇÃO DA ENQUETE - VOTE

terça-feira, 19 de julho de 2011

PROMOÇÃO BRAVA FASHION - Garanta seu convite!


PARA PARTICIPAR É MUITO FÁCIL.

ENVIE UM E-MAIL PARA romulo.paraty@gmail.com DIZENDO POR QUE VOCÊ MERECE GANHAR O CONVITE DO BRAVA FASHION.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

1º Festival de Choro e Samba em Paraty


PROGRAMAÇÃO:

Shows:
Dia 12 - Daniela Apielmann, Áurea Martins e Cristina Buarque
Dia 13 - Henrique Cazes , Joel Nascimento e Paulinho da Viola
Dia 14 - Zé da Velha, Silvério Pontes e Luis Melodia

Palestrantes:
Sérgio Cabral, Hermínio Bello de Carvalho e Henrique Cazes

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Lula critica imprensa em Congresso da UNE


Há sete meses fora da Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva fez um discurso duro contra a imprensa, há pouco, no 52º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Goiânia (GO). Para uma plateia lotada de estudantes, Lula atacou os meios de comunicação por criarem divergências entre ele e a presidente Dilma Rousseff.


Ao discursar no II Encontro Nacional do ProUni, durante o evento dos estudantes, o ex-presidente comentou uma reportagem que mostrava o financiamento do congresso da UNE por empresas estatais, como a Petrobras, e classificava o encontro de “chapa branca”.


“Quando ligamos a televisão, tem propaganda de quem? Da Petrobras, da Caixa Econômica Federal. Elas financiam tudo. Para eles [empresas de comunicação] isso é democrático. Para vocês [UNE], é chapa branca”, disse Lula.


O tom do discurso do ex-presidente mudou quando o petista começou a reclamar dos meios de comunicação. “Eu tô ficando invocado. Faz seis meses que eu saí da Presidência, mas eles não saem do meu pé”, afirmou.

Em seguida, enumerou o que considera como intrigas feitas pela imprensa. “Primeiro disseram que há diferenças entre mim e Dilma, que somos diferentes. Não precisa ser um especialista para saber que ela é diferente de mim”, ironizou.


“Falaram que divergimos. Eu já disse que, se houver divergência, é ela quem estará certa. Não há divergências. Depois, quando fui a Brasília e tirei uma foto com senadores, disseram que ela era fraca. O babaca que escreveu a matéria nunca deve ter sentado com a Dilma para conversar. Ela pode ter todos os defeitos do mundo, menos ser fraca”, declarou o ex-presidente. “Ninguém que passa três anos na cadeia, sendo barbaramente torturada e é eleita presidente pode ser fraca.”


Lula disse que a maior vingança de Dilma com seus torturadores, durante o regime militar, foi o fato de ter sido eleita presidente. “Agora, ela é a comandante chefe. Deu a volta por cima”, disse. Entre elogios para sua sucessora, o ex-presidente continuou com os ataques à imprensa. “Inventaram também que ela é diferente nas coisas que faz, que eu falava muito. É que eu competia com o que eles falavam e o povo acreditava em mim”, comentou.

O petista disse ainda que meios de comunicação torceram para que a inflação voltasse. “Chegaram a dizer que eu deixei uma herança maldita. A primeira herança maldita é o pré-sal. Tem o Prouni, o PAC 2. Quem sabe é o Minha Casa, Minha Vida 2? O dado concreto é que eles não perceberam que as coisas mudaram no Brasil”.


O ex-presidente disse ainda que a população está se informando “de múltiplas formas” e não só por “aqueles que achavam que formavam a opinião pública”. Os discursos do evento que Lula participou foram transmitidos ao vivo no site da UNE.

(Cristiane Agostine | Valor)

Festa de Artes Cênicas Internacional

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Sistema Único de Assistência Social foi sancionado na quarta-feira passada


Após três anos de tramitação no Congresso Nacional, o projeto de lei que institui o Sistema Único de Assistência Social (Suas) será sancionado pela presidência Dilma Rousseff na quarta-feira (6). O documento legal dispõe sobre a organização da assistência social e institui legalmente o Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Inspirado no modelo do Sistema Único de Saúde (SUS), com atendimento e organização dos serviços em bases regionais (abrangências municipal, estadual ou regional), o Suas garante o direito à assistência social e proteção das famílias e indivíduos em situação de risco e vulnerabilidade social.

Com a sanção da Presidência da República, o Suas, que tem a adesão de 99,5% dos municípios brasileiros, passa a vigorar como lei.

O Suas foi criado em 15 de julho de 2005, por meio de resolução do CNAS. A coordenação nacional do sistema é do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome (MDS), mas a gestão dos serviços é feita, de forma descentralizada, por municípios, Estados e Distrito Federal. A fiscalização é de responsabilidade dos conselhos de assistência social, integrados por representantes dos governos e sociedade civil.

O PL Suas, de autoria do Executivo, entrou na Câmara Federal como Projeto de Lei nº 3.077, em 2008, e, após passar por várias comissões técnicas, recebeu o nome de PLC 189, em 2010. Após três anos de tramitação no Congresso Nacional, foi aprovado pelo Senado em 8 de junho de 2011.

A cerimônia de sanção presidencial será nesta quarta-feira (6), às 11h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, e o presidente do Conselho Nacional da Assistência Social (CNAS), Carlos Ferrari, também participam da solenidade.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Pré-sal: proposta de divisão dos royalties é apresentada à União


O governador do Rio, Sérgio Cabral, se reuniu nesta terça-feira com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, de Sergipe, Marcelo Déda, de Pernambuco, Eduardo Campos, da Bahia, Jaques Wagner, e do Espírito Santo, Renato Casagrande, para definir a divisão dos royalties do petróleo. A proposta é de que não haja perda de receita aos estados produtores e que os não produtores tenham alguma renda até que as áreas do pré-sal sejam licitadas e operem sob o novo marco regulatório.

O acordo prevê fontes de recursos que poderão remunerar os não produtores no período de transição até a atividade plena dos campos do pré-sal; redistribuir aos não produtores os royalties da União em campos do pós-sal; repassar pelos critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Fundo de Participação dos Estados (FPE) a renda com a participação especial do pós-sal; transferir royalties e participação especial das áreas já licitadas do pré-sal; elevar a alíquota da participação especial para remunerar os estados; e recursos dos bônus de assinatura dos leilões da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

"A União se abriu para o debate. Há um conjunto de ações; o governo federal tem um papel destacado nesse processo e nós, os estados, precisamos ajustar as nossas receitas. Reconhecemos que os estados não produtores precisam ter acesso ao petróleo, tanto do pré-sal quanto do pós-sal licitado. Discutimos sobre a antecipação da produção do campo de Libra, na Bacia de Santos, uma reserva de cinco bilhões de barris de petróleo, os royalties da mineração, o Fundo de Participação dos Estados e o ICMS interestadual. Essas propostas facilitam a União a encontrar um caminho", afirmou o governador Sérgio Cabral.

Na segunda-feira, secretários de Fazenda e de Desenvolvimento do Rio, São Paulo, Espírito Santo, Pernambuco, Sergipe e Ceará se encontraram para elaborar os percentuais que caberão aos estados produtores e não produtores de petróleo. A reunião foi resultado de uma decisão preliminar estabelecida no dia 30 de junho. Para o governador da Bahia, Jaques Wagner, o encontro desta terça foi ainda mais positivo.

"A marca de hoje foi a ponderação. Todo mundo sabe que o melhor caminho é do entendimento político, não só aqui nessa reunião, mas no Senado da República e na Câmara dos Deputados, que é onde se vota a matéria. Essa foi uma primeira reunião entre a União e os estados incumbidos do entendimento muito positiva", disse o governador Jaques Wagner.

Projeto de redistribuição está no Congresso

Enviado ao Congresso no ano passado, o projeto de redistribuição dos royalties do pré-sal está na Câmara dos Deputados. Segundo estimativas dos estados produtores, as receitas com royalties de todos os campos do pré-sal vão atingir R$ 66 bilhões em 2020 para União, estados e municípios. A projeção considera produção diária de seis milhões de barris.


Fonte: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2011/07/06/pre-sal-proposta-de-divisao-dos-royalties-e-apresentada-a-uniao/

Campanha Nacional de Desarmamento recolhe 9.160 armas em dois meses


A Campanha Nacional do Desarmamento 2011 – Tire uma arma do futuro do Brasil - completa dois meses nesta quarta-feira (6) e o balanço parcial do Ministério da Justiça indica que, neste período, 9.160 armamentos e 30.901 munições já foram entregues pela população. O número ultrapassa em grande quantidade o total que a Polícia Federal — órgão que tem a atribuição de receber armas regularmente — recolheu ao longo dos quatro primeiros meses do ano, que foi de aproximadamente mil artefatos. Para o ministério, o resultado é positivo revela a capacidade de mobilização da iniciativa.

Segundo o balanço, cada pessoa entrega, em média, uma arma. No caso das munições, essa média sobe para 36 unidades por pessoa.

Até agora, os revólveres calibre 38 lideram a lista dos armamentos recebidos pelas Polícias Federal e Rodoviária Federal. São 2.436, o que representa 26,5%. Depois vêm os revólveres calibre 32, com 1.110 unidades (12%). Foram entregues ainda 32 fuzis, quatro metralhadoras e duas submetralhadoras.

Uma das inovações da campanha deste ano, a indenização, retirada pelo próprio responsável pela entrega do armamento, já pagou R$ 835 mil. Os valores por arma são R$ 100, R$ 200 ou R$ 300.

A iniciativa atual traz ainda outras três novidades: o cidadão não precisa se identificar no momento da entrega; a arma é inutilizada na hora; e há um maior número de postos de coleta.



Rede de coleta

Desde o lançamento nacional da campanha pelo Ministério da Justiça, em 6 de maio no Rio de Janeiro, outros cinco estados e o Distrito Federal aderiram à campanha. As unidades da federação ficam responsáveis pela ampliação dos postos de coleta. Em Minas Gerais, por exemplo, 200 começarão a funcionar nos próximos dias em unidades das Polícias Civil e Militar.

A campanha segue até 31 de dezembro. Depois disso, as entregas continuam sendo aceitas, mas não serão mais anônimas nem indenizadas.

Ministério da Justiça

terça-feira, 5 de julho de 2011

ECONOMIA - Dólar cai pelo 6º dia e renova mínima desde 1999


O dólar caiu ante o real pelo sexto dia seguido, renovando o recorde de baixa desde janeiro de 1999. A segunda-feira, porém, foi de volume reduzido de negócios por causa do feriado nos Estados Unidos. A moeda americana fechou a R$ 1,554, em queda de 0,26%. É a menor cotação desde 19 de janeiro de 1999, pouco após a adoção do regime de câmbio flutuante. A Ptax fechou a R$ 1,5580, em queda de 0,12% em relação a sexta-feira.

O volume de contratos negociados no vencimento mais líquido de dólar futuro, com prazo para agosto, era de apenas 84 mil até 16h30, uma hora e meia antes do fechamento. A média diária no mês passado foi de 328 mil contratos.

Diante da menor liquidez, o Banco Central (BC) fez apenas um leilão de compra de dólar no mercado à vista, diminuindo a intensidade de sua atuação após conduzir duas operações por dia desde quarta-feira passada.

Operadores notam a ausência de medidas extraordinárias do governo para tentar frear a queda do dólar, diferentemente do começo do ano, quando o Ministério da Fazenda elevou impostos e o BC intensificou a compra de moeda para brecar a queda do dólar abaixo de R$ 1,60.

"O mercado está no aguardo de alguma coisa mais defensiva por parte do governo", disse o operador de uma corretora de derivativos em São Paulo. "Tecnicamente, falando em questão de fluxo, o País continua atrativo", completou.

Na terça-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, participa de evento em Londres sobre oportunidades de investimento no país.

Dados da bolsa mostravam nesta segunda-feira que os investidores estrangeiros começaram o mês com uma aposta recorde na valorização do real. Em 1º de julho, eles sustentavam US$ 23,5 bilhões dólares em posições vendidas na moeda americana em contratos futuros e de cupom cambial (DDI), a maior cifra ao menos desde a crise global de 2008.


Fonte: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2011/07/04/dolar-cai-pelo-6o-dia-e-renova-minima-desde-1999/

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Projeto Caico, promovendo o reconhecimento no mundo virtual

Reconhecimento é a palavra que pode resumir a segunda oficina do Projeto Caico – Capacitação Digital para Inclusão Comercial de Comunidades Tradicionais, desenvolvido pela Ninui na região sul fluminense.

Nesta segunda etapa de atividades do Projeto Caico as artesãs das comunidades caiçaras dos bairros de Ilha das Cobras e Mangueira, em Paraty-RJ, participaram de uma Oficina de Textos, com foco na descrição e comunicação de suas futuras lojas virtuais. As 10 artesãs destas comunidades tiveram a oportunidade, também, de criar suas primeiras ferramentas virtuais de trabalho: o e-mail.


Karina Rehavia, diretora da Ninui, explica os critérios de organização das atividades: “a metodologia desenvolvida para capacitar as comunidades beneficiadas pelo projeto prevê a participação e o desenvolvimento de oficinas a partir de conteúdos pesquisados para as necessidades prática de cada artesã”.

A diretora da Ninui destaca ainda a importância da construção de processos de aproximação das artesãs com a internet, como a inclusão de emails pessoais em uma lista de contatos. “Quando estamos em um local com várias pessoas é muito comum a existência de uma lista de emails para você deixar o seu contato. Fizemos isso com as artesãs tendo em vista que apenas duas das dez participantes tinham emails próprios.


Leia o texto na integra... http://www.ninui.com/blog/?p=1337

Flickr Caico Ninui

Facebook: http://www.facebook.com/caico.ninui

Twitter: @caiconinui

Orkut: Caico Ninui

Cultura: governo federal já investiu em 1043 cineclubes em todo país


O Cinemais Cultura é um programa do Ministério da Cultura destinado a criar núcleos de cineclubes em todos os estados brasileiros, até agora o projeto inaugurou 1043 cineclubes. O programa fornece todo equipamento, treinamento e uma coleção de filmes brasileiros para a criação de uma pequena sala de projeção de filmes. Ana Arruda, da diretoria de cineclubes do Centro-Oeste, fala sobre o projeto. "O grande diferencial do programa Cinemais Cultura é que não cede apenas os equipamentos. Tem o projeto de formação para que cada Cinemais seja um ponto de multiplicação para a comunidade".

Em sintonia com as políticas culturais iniciadas pelo governo Lula e continuadas pela presidenta Dilma, o Cinemais Cultura tem como fator central o protagonismo da sociedade. As pessoas envolvidas no projeto tem controle, responsabilidade e autonomia sobre as escolhas e diretrizes de cada cineclube.

Andrea Gozzo é uma produtora cultural contemplada pelo edital do Cinemais Cultura. Ela fundou o cineclube Saracura em Brasília e exibe filmes aos sábados. Andrea conta sobre o processo de preparação para pôr em prática o cineclube: "Fomos contemplados e ganhamos o kit de cineclube. Quando participei das oficinas de capacitação, o que achei mais bacana é a possibilidade de pulverizar a cultura pelos lugares mais longínquos do Brasil", diz Andrea.

Jesus Pingo, ator e diretor de cinema, é dono do Mercado Cultural Piloto, um espaço aberto a expressões culturais como teatro, capoeira, música e agora ao cinema, com o cineclube Saracura. Para Pingo, o governo do PT transformou a forma de pensar a cultura no Brasil, mas ainda é preciso modificar a mentalidade cultural do empresário brasileiro: "O país precisa ter um governo cultural. Os empresários também precisam compreender que investir na cultura é investir na saúde intelectual da população".

Ana Arruda enfatiza, "O Cinemais Cultura só existe quando as pessoas se envolvem e tem noção de que aquilo faz parte da comunidade. Se nos conscientizarmos de que qualquer política pública só é construída na base do diálogo, tudo vai avançar muito bem".

‘Mulheres dos Outros’ estará em cartaz na Galera Zoom

A partir de sexta-feira, dia 8 de julho, os amantes da arte vão poder conferir a exposição "Mulheres dos Outros", na Galeria Zoom, em Paraty. Em plena Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), a mostra de Eduardo Muylaert trará um ensaio que teve origem em uma antiga caixa de slides de nus femininos dos anos 50, comprados em uma feira.

A reinterpretação deu um novo sentido às imagens, trazendo-as para o contemporâneo. A exposição tem direção de arte de Giancarlo Mecarelli e apresentação de Iatã Cannabrava.

- A fotografia como era ensinada nas escolas não existe mais, a ideia de autor como direito autoral não faz mais sentido e precisa ser revisada, e aqueles que vaticinaram a morte da fotografia estavam redundamente equivocados. O que podemos afirmar com todas as letras é que a fotografia mudou, mudou e muito - disse Iatã.

Eduardo Muylaert é um dos artistas que entendeu este novo cenário, suas "Mulheres" apesar de serem dos "Outros" são fruto de um trabalho seu, no qual o autor exerce o papel de recoletor e editor.

Ao deparar-se com esta caixa de slides da década de 50 e aceitá-la em seu ateliê, é como se Eduardo as adotasse. Ele as retira do limbo em que estavam, e provavelmente ficariam até seu desaparecimento, e as coloca na parede da galeria, no mundo da arte, isso com a autoridade e maturidade indiscutível de quem aprendeu a ver e mostrar o que vê.

- É difícil acreditar que o ponto de partida foram as sofridas pinups dos anos 50. Por isso, decidi fazer com poesia, requisito não obrigatório na cartilha da arte contemporânea. Minha intenção é não contaminar as imagens com minha paixão pela fotografia, pelas mulheres e pelo belo - disse o artista.



Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,42735,‘Mulheres%20dos%20Outros’%20estara%20em%20cartaz%20na%20Galera%20Zoom.html#ixzz1R8VHKh9E

terça-feira, 28 de junho de 2011

Prazer da leitura


Uma das grandes queixas dos pais, no mundo atual, é a de que seus filhos não gostam de ler.

Algumas crianças afirmam que não precisam ler porque assistem televisão e ali aprendem tudo.

Mas quem não lê tem a capacidade de atenção limitada. Isso porque raras são as cenas que duram mais de dois minutos. Também ficam com dificuldade para ordenar o pensamento, quando necessitam escrever.

Nunca é cedo para ensinar às crianças que os livros são importantes e agradáveis. Antes dos dois anos, pode-se ler versos e histórias para as crianças.

A cadência dos versos infantis são confortantes, afirma Lívia de Almeida em seu artigo: Como escolher livros para as crianças. Também a repetição desenvolve a memória.

A partir de dois anos a criança pode ser levada a bibliotecas e a escolher livros. Descobrir o mundo encantado da imaginação é para elas algo surpreendente.

Dia desses observamos uma garota de não mais de três anos encantada com o colorido das prateleiras de livros infantis em um supermercado.

Ela passava as mãozinhas pelas capas e exclamava: Olha! - apontando com o dedinho as gravuras que mais lhe chamavam a atenção.

Então fixou de forma mais demorada um dos livros. Estava aberto e trazia figuras montadas de vários animais.

Embora não falando de forma totalmente correta, começou a nominar: rinoceronte, dinossauro, elefante.

Eu quero este! Falou entusiasmada. Os pais se aproximaram e consultaram o preço. Era proibitivo para os seus salários.

Eles se agacharam até ficarem à altura da pequena e lhe explicaram que o livro era muito lindo, mas muito caro. Eles não poderiam comprar.

Escolha outro. Disse o pai. Vou ajudar você.

Depois de um longo diálogo, saíram dali com a menina levando satisfeita debaixo do braço um livro com dinossauros, embora não tão sofisticado como o que vira antes.

E a mãe concluiu: Filha, amanhã vou levar você para a biblioteca. Nós não podemos comprar aquele livro caro mas você poderá olhar e folhear à vontade um igualzinho àquele que você queria. Está bem?

A resposta da pequena foi um largo sorriso. Chegou no caixa e exibiu, orgulhosa, para a atendente, o tesouro que acabara de ganhar e disse: Olha, é meu!

E, depois que passou no caixa, ficou sentada no chão, enquanto os pais colocavam as demais compras nas sacolas.

Ficou ali sentada, folheando o livro e citando os nomes dos animais, alegremente.

* * *

Quando as crianças começam a escolher livros por vontade própria, está iniciado o processo da autoeducação.

Lendo, a criança aprende mais do que a escola pode ensinar. O manancial de conhecimento e sabedoria que conquista lhe servirá por toda a vida.

Se já não começou, comece hoje a estimular seu filho a descobrir esse mundo encantado da leitura. Ensine-o a viajar pelo mundo, a realizar pesquisas no fundo do mar, a conquistar as estrelas e descobrir os segredos mais profundos da natureza.

Anime seu filho a amar os livros. A toda semana ler um novo título. Tenha bons livros em casa.

Pense nisso.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Contemporânea Art Paraty


Contemporânea Art Paraty é um festival Internacional de Artes Integradas com foco em Artes Visuais, envolvendo mostrad de artes plásticas, fotografias, video-art, digital-art, debates, apresentações musicais, projeções, interveções e palestras que serão realizadas em galerias de arte, centros de cultura, diversos espaços públicos, privados e nas ruas do centro Histórico da Cidade de Paraty, conforme calendário.

O festival tem como escopo principal fomentar as artes visuais contemporâneas nas mais diversas expressões artísticas.

Proover o 2o. Pr~emio belvedere Paraty de Arte Contemporânea (concurso nacional), com o tema "A força da diversidade" e um prêmio mirim para os estudantes da região.

Homenagar o grande artista brasileiro Emanoel Araújo e incentivar o intercâmbio cultural e a interação entre artistas da cidade com renomados artistas de país e do exterior.

Serão expostas cerca de 160 obras, além de reproduções de obras importantes da História da Arte no Centro Histórico, formando uma grande Galeria de Arte nas ruas da cidade e estimulando o acesso aos produtos culturais, sempre de forma gratuita para o público presente.

O produto foi enquadrado no Art. 18 da lei Rouanet-IR e na Lei EStadual de Incentivo à Cultura ICMS-RJ.

Informações e contatos: 24 3371-7411 - predrocler@archyvox.com.br

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Brasil pode ser modelo internacional em relação ao trabalho doméstico


O trabalho doméstico é tema de um debate que acontece até o próximo dia 17, em Genebra, na Suíça. O debate da Organização Internacional do Trabalho (OIT) faz parte da 100ª Conferência da entidade. Entre as discussões estão as melhorias de condições laborais, o trabalho infantil doméstico, jornada de trabalho, entre outros temas que buscam beneficiar esses trabalhadores.

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), autora da regulamentação do trabalho doméstico no Brasil, na Constituição de 1988, é uma das participantes do evento da OIT. Benedita destaca que o Brasil é um dos líderes nestas discussões. “A nossa Constituição já está lá na frente, o Brasil está liderando o debate com as experiências que o Brasil tem. No sentido da lei, o Brasil vem colocando suas experiências para a União Européia, África, Estados Unidos e todos estão esperando que o Brasil ratifique esta convenção, porque nós já temos praticamente tudo que está sendo colocado, serão pouquíssimas adequações na questão dos direitos”, comemora a deputada.

Benedita da Silva também elogiou a ministra conselheira da Missão Brasileira da ONU, Maria Luisa Scorel Moraes. Ela foi indicada para ser a relatora da Comissão de Trabalho Decente para as Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos nesta conferência. “A nossa ministra Maria Luisa, que é responsável por esta pasta dentro do Itamaraty, vem conduzindo com maestria, com uma boa equipe, com representações do ministério, do Congresso e representações diplomáticas”, disse a deputada.

A função de empregada ou empregado doméstico existe há muito tempo em vários países. Em um último levantamento feito pela OIT, em 2010, foram apontadas 52.553.000 de pessoas em todo o mundo trabalhando nesta função, sendo que as mulheres representam 83% ou 43.628.000 dos casos.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

População será informada sobre os produtos ecologicamente corretos


A Comissão de Educação, Cultura e Esportes aprovou o projeto que inclui o Consumo Sustentável na educação ambiental, além disso, mudará a valorização dos produtos ecologicamente corretos.

Com a medida, a população será informada sobre os produtos ecologicamente corretos, considerando a fabricação, a embalagem, o uso racional de água e energia elétrica, e até o modo de descarte sem prejuízo para o meio ambiente.

A senadora Ana Rita (PT-ES) acredita que o consumo sustentável é fundamental para a mudança de comportamento da população, no sentido de preservar o meio ambiente.
“E é muito interessante a aprovação desse projeto durante essa semana, porque é a semana onde nós estamos debatendo com mais profundidade a questão ambiental. Então esse projeto, ele busca incentivar mudança de atitudes, de comportamento por parte dos consumidores em favor de produtos elaborados com base em processos ecologicamente sustentáveis. Esse projeto também, busca reduzir o consumo de água, de energia e outros recursos naturais. Então, é um projeto que busca criar na população uma nova consciência ambiental. É criar nas pessoas, particularmente nas crianças, porque elas são multiplicadoras de ideias, são multiplicadoras de opiniões, este conhecimento da educação sustentável, baseada no consumo sustentável”, disse ela.

A proposta também tem a intenção de incentivar o consumo de produtos que possam contribuir para melhorar as condições de vida das comunidades envolvidas nessa fabricação.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Emissões de CO2 atingem recorde em 2010, e perspectivas para clima pioram


As emissões de dióxido de carbono (CO2) em 2010 foram as maiores da história, e a perspectiva de se conseguir conter o aumento da temperatura no planeta está cada vez pior. Essa foi a conclusão alcançada em relatório publicado pela Agência Internacional de Energia (AIE).
Depois de uma queda em 2009, causada pela crise financeira mundial, as emissões subiram novamente, alcançando o nível recorde de 30,6 gigatoneladas (Gt) de CO2 no ano passado. Isso representa um aumento de 5% em relação ao recorde anterior, atingido em 2008, quando as emissões chegaram a 29,3 Gt. Do total de emissões em 2010, o carvão respondeu por 44%. Em seguida, veio o petróleo, que foi responsável por 36%, e o gás natural, que emitiu 20%.

A AIE também prevê que não há mais como evitar 80% das emissões projetadas até 2020 para o setor elétrico, na medida em que elas virão de usinas já em operação ou que estão sendo construídas. De acordo com o economista-chefe da AIE, Fatih Birol, o aumento significativo das emissões de carbono e a garantia de que haverá novas emissões, devido a investimentos em infraestrutura, representam “um sério revés” para as esperanças de se conter o aumento da temperatura no mundo a, no máximo, 2 graus Celsius.

Esse foi limite acordado entre as lideranças mundiais em encontro sobre mudança climática realizado em Cancún, no México, em 2010. Para essa meta ser alcançada, a concentração, a longo prazo, de gases-estufa na atmosfera precisa ser de, no máximo, 450 partes por milhão (ppm) de CO2- equivalente. Isso representa um aumento de apenas 5% em relação aos níveis
registrados no ano 2000, de 430 ppm. Países em desenvolvimento lideraram emissões em 2010.

A AIE calcula que, apesar de 40% das emissões totais verificadas em 2010 serem provenientes dos membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) – que congrega as nações industrializadas –, esses países responderam por apenas 25% do crescimento na liberação de gases, em comparação a 2009. Países não membros da OCDE, liderados pela China e a Índia, registraram aumentos muito maiores.
Ainda assim, em números per capita, as nações da OCDE emitiram 10 toneladas de CO2 por habitante em 2010. Em comparação, na China, esse número foi de 5,8 toneladas; na Índia, foi de 1,5 tonelada. Em relatório de abril deste ano, a agência ressaltou que o enorme progresso no
desenvolvimento de tecnologias energéticas limpas, como a energia nuclear, está sendo ofuscado pelo aumento crescente da demanda por combustíveis fósseis.

A AIE afirma que o crescimento dessas fontes está superando o das energias limpas. Para se ter uma ideia, na última década, o carvão respondeu por 47% do acréscimo na geração de energia elétrica em todo o mundo.


Fonte: Nucnet

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Seleção Tecnaval 2011 em Paraty


Seleção Simplificada Tecnaval 2011

PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA 2011

O Laboratório Pólo Náutico e o Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social - NIDES, realizam a chamada para o processo seletivo simplificado de acesso ao PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS DA INDÚSTRIA NAVAL (Tecnaval). O programa do curso está disponível no site: http:/grupoufrjmarparaty.wordpress.com/ ou na sede UFRJmar na Rua Bem- te- vi s/n, Cabore.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. Do(s) pré-requisito(s):

- Ter concluído ensino médio até junho de 2011;

1.2. Este processo destina-se ao preenchimento de 30 vagas para Madeira e Compósitos.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1. A Taxa de Inscrição é gratuita.

2.2. As inscrições estarão abertas no período de 01/06/2011 a 30/06/2011.

2.3. As inscrições deverão ser efetuadas pela Internet, através de formulário disponível no site http:grupoufrjmarparaty.wordpress.com e encaminhada para o e-mail ufrjparaty@yahoo.com.br.

3. DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA

3.1. Primeira fase

3.1.1. A primeira fase é eliminatória e consiste em uma prova específica a ser realizada no dia 02/07/2011 (sábado)

3.1.2. O candidato deverá levar lápis, régua, borracha e caneta (tinta preta ou azul).

3.1.3. As questões da prova específica serão relativas à matemática e desenho geométrico e uma redação (corrigida caso o candidato seja aprovado na prova específica)
.
3.1.4 A prova especifica vale de 0 a 10 pontos.

3.1.5. A redação vale de 0 a 10 pontos que serão contabilizados na segunda fase.

3.1.6. O resultado da prova será divulgado no site http://grupoufrjmarparaty.wordpress.com e na sede UFRJmar (NIDES) Paraty no dia 14/07/2011, juntamente com local e hora da próxima etapa de seleção. Serão aprovados para a segunda fase as 40 melhores notas na prova específica.

3.1.7. O candidato deverá comparecer ao local designado para prestar as provas munido de documento oficial e original de identidade.

3.2. Segunda fase – Entrevista

3.2.1. As entrevistas serão realizadas entre os dias 16 e 17 de julho de 2011

3.2.2. A entrevista irá compor uma análise sobre as possibilidades do candidato concluir o curso e os interesses na área. Serão contabilizados de 0 a 4 pontos.

3.2.3. Os 35 candidatos com maior pontuação na primeira e segunda fase serão selecionados, sendo que somente 30 serão chamados, os outros cinco farão parte de cadastro de reserva em caso de desistência.
3.2.4. O resultado dos alunos selecionados será divulgado no dia 20 de julho de 2011, a partir das 15:00h no site http://grupoufrjmarparaty.wordpress.com e na sede UFRJmar (NIDES) em Paraty.

4 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

4.1. O candidato deverá responsabilizar-se por tomar conhecimento do local, data e horário de realização de cada uma das fases deste processo, que serão divulgadas no site http://grupoufrjmarparaty.wordpress.com e na sede UFRJmar (NIDES) em Paraty.

5 – DA MATRÍCULA
5.1 – Documentos necessários para efetuar matrícula: original e cópia do histórico escolar, CPF, comprovante de residência e foto 3×4 recente.

Paraty, 31 de maio de 2011
Fernando Antonio Sampaio de Amorim
Coordenador do Laboratório Pólo Náutico

terça-feira, 7 de junho de 2011

Festival do Camarão


De 24 a 26 de junho

O Festival do Camarão foi idealizado visando angariar fundos para a Festa de São Pedro e São Paulo, que tem início no dia 24 de junho. O evento também marca o fim do defeso do camarão, período proibido para a pesca do crustáceo.

Além da culinária, o público também encontrará peças artesanais produzidas por caiçaras locais. Por isso, vale a pena conferir os atrativos da comunidade e prestigiar mais esse tradicional evento gastronômico em Paraty.

Venha apreciar nossa cultura, saboreando as delícias da culinária caiçara por preços convidativos!

Todos os dias, a partir das 9h30, barcos sairão do cais da Praia Grande em direção à iIlha do Araújo.

CINECLUBE PARATY - PROGRAMAÇÃO DE JUNHO / 2011

Casa da Cultura – 3as.-feiras – 20 hs

dia 7 – Mostra Arco-Íris apresenta C.R.A.Z.Y.- LOUCOS DE AMOR
direção de Jean-Marc Vallée (Canadá, 2005, 127 min, 16 anos)

Zac é filho do rigoroso Gervais e Laurianne. Com a mãe, ele tem uma relação estreita; com o pai, incompreendida por ambos. Ao lado de quatro irmãos, Zac cresce sentindo desejos homossexuais, enquanto tenta lidar com a religiosidade da mãe e a intolerância do pai, entre os anos 60 a 80.

Dia 14 – UMA NOITE EM 67
Direção de Renato Terra e Ricardo Calil (Brasil, 2010, 93 min, livre)

Final do III Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, em 21 de outubro de 1967. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas como “Roda Viva”, “Alegria Alegria”, “Domingo no Parque” e “Ponteio”, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos até hoje no cenário musical brasileiro.

Dia 21 – Mostra Belas Artes apresenta

CARAVAGGIO Direção de Derek Jarman (Inglaterra,1986, 93 min, 14 anos)

Tendo sua história contada em "flashbacks", o artista recorda fatos de sua curta existência na terra e nos mostra sua infância, as decepções do início de sua carreira, seus últimos sucessos, sua amizade com um cardeal e sua relação destrutiva com um jogador.

Dia 28 – BECKET

Direção de Peter Glenville. Com Peter O’Toole e Richard Burton(Inglaterra ,1964, 148 min, livre)

O Rei Henrique II da Inglaterra vive em choque com a Igreja. Quando o Arcebispo de Canterbury morre ele tem uma idéia genial, que consiste em não nomear nenhum religioso para o cargo e sim Becket, um grande amigo de muitas farras, que o apoiaria e ficaria contra a Igreja. Mas seu amigo encara a nova função com seriedade, se opondo mais ao rei que seus predecessores.

ATENÇÃO : Haverá um intervalo na sessão para degustação de queijos, vinhos, chocolate quente, café... Traga sua colaboração.

Sala IPHAN – 4as.-feiras – 16 hs


Dia 8 – UMA NOITE EM 67
(veja informações acima)


Dia 15 – DONA HELENA
Direção de Dainara Toffoli (Brasil, 2004, 55 min, livre)

Helena Meirelles faleceu em 2005, 12 anos após ter sido "descoberta" pela revista norte-americana Guitar Player, que a colocou entre os 100 melhores guitarristas do mundo, ao lado de Roger Waters e Eric Clapton. Nascida no sertão do Brasil, apaixonada desde criança pela viola, ela passou sua juventude entre boiadeiros e prostíbulos, lutando pelo direito de tocar. Analfabeta, virou estrela no Brasil. Documentário imperdível para os amantes da música.


DIA 22 – CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS
Direção de Marcelo Gomes (Brasil, 2005, 90 min, livre)

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann, alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho, um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Viajando de povoado em povoado, a dupla exibe filmes promocionais sobre o remédio "milagroso" para pessoas que jamais tiveram a oportunidade de ir ao cinema. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.


DIA 29 - VENTRES LIVRES

Curtas-metragens de ficção nacionais que tratam com profundidade alguns dos aspectos mais dramáticos deste tema polêmico e de discussão necessária no Brasil. Apresentando dados estarrecedores, mostram e relacionam de modo original, esterilização e aborto num país em que a educação sexual e os meios anticoncepcionais continuam artigos de luxo para as camadas populares. São ficções calcadas na realidade, e exploram dilemas sobre responsabilidade, abandono, culpa e medo, envolvendo jovens que têm vida sexual ativa e tomam a si decisões de risco sobre o próprio corpo e destino
Ponte Branca – 5as.-feiras – 19 hs


dia 02 - SAMBA RIACHÃO

Direção de Jorge Alfredo (Brasil, 2001, 1h26min, livre)

O CATEDRÁTICO DO SAMBA
Direção de A. Gamo e N. Carvalho (Brasil, 1999, 23min, livre)

Os documentários retratam dois grandes sambistas brasileiros: o baiano Riachão e o paulista Germano Mathias.


dia 09 - O REI LEÃO
Disney (EUA, 1994, 1h29min, livre)

Animação. Simba deve cumprir seu destino de se tornar rei.


dia 16 - AMORES
Direção de Domingos de Oliveira (Brasil, 1998, 1h35min, 14 anos)

AMAR...
Direção de Carlos Gregório (Brasil, 1997, 23min, 14 anos)

Duas comédias sobre relacionamentos amorosos.


dia 23 - ESCOLA DE ROCK
Direção de Richard Linklater (EUA, 2003,1h49min, livre)

Comédia. Músico de disfarça de professor e passa a ensinar rock para alunos de escola bem tradicional.


dia 30 - SELEÇÃO DE CURTAS BRASILEIROS.
Seleção de curtas-metragens do Brasil, com filmes e animações. (1h30min)

segunda-feira, 6 de junho de 2011

CINECLIUBE PARATY: PROGRAMAÇÃ​O DE JUNHO

Brasil sem Miséria tem orçamento anual de R$ 20 bilhões até 2014


O Plano Brasil sem Miséria, lançado nesta quinta-feira (2) pela presidenta Dilma Rousseff, terá investimentos federais de cerca de R$ 20 bilhões por ano até 2014, informou a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, em entrevista coletiva após o lançamento do plano.

Esses recursos incluem o orçamento do programa Bolsa Família. Segundo a ministra, o valor poderá variar de acordo com o desenvolvimento das ações, mas o governo acredita que esse número seja superado com a participação dos estados e da iniciativa privada.

Para dar início à primeira parte do programa, a presidente Dilma Rousseff enviou ao Congresso Nacional projeto de lei que prevê R$ 1,2 bilhão de crédito adicional para o Orçamento de 2011. Segundo a ministra, esse valor contempla um conjunto de ações, como a construção de cisternas, mas em especial a ampliação do Bolsa Família e a contratação de equipes de assistência técnica responsáveis por buscar a população-alvo do plano, por meio da busca ativa.“Temos certeza que esses recursos serão ampliados. Além desses recursos do governo federal teremos recursos dos governos estaduais e da iniciativa privada.”

Outra informação apresentada pela ministra é a inclusão de 1,3 milhão de crianças e adolescentes no Bolsa Família. Medida provisória assinada hoje pela presidenta Dilma Rousseff altera de três para cinco o limite máximo de filhos (com até 15 anos) por família beneficiária. Em abril, o governo reajustou em 45% o valor do benefício pago às crianças nesta faixa etária.

Além da expansão do programa federal, o governo está em negociação com os estados e municípios para a adoção de iniciativas complementares de transferência de renda.



Busca pelas famílias

Com o Brasil sem Miséria, os brasileiros que vivem abaixo da linha da extrema pobreza deixam de ser apenas estatísticas, afirmou a ministra Tereza Campello durante a cerimônia. Os 16,2 milhões de brasileiros que vivem com menos de R$ 70 por mês serão cadastrados em um sistema nacional para serem incluídos em programas federais de transferência de renda, cidadania, acesso a infraestrutura, profissionalização e inclusão no mercado de trabalho.

O novo plano tem uma estratégia inovadora nas ações do Estado brasileiro, segundo a ministra, na qual o Estado tem que ir até essas pessoas que não têm condição de acessar os serviços públicos: é a busca ativa, por meio da qual as equipes de profissionais farão uma procura minuciosa na sua área de atuação para localizar, cadastrar e incluir as famílias em situação de pobreza extrema nos programas sociais. Também vão identificar os serviços existentes e a necessidade de criar novas ações para que essa população possa acessar os seus direitos.

“Construiremos uma grande força tarefa, articulando a União, estados e municípios. Promover o fim da miséria é dever do Estado, mas também tarefa de todo o Brasil”, disse.


Fonte: http://www.pt.org.br/portalpt/noticias/governo-dilma-41/brasil-sem-miseria-tem-orcamento-anual-de-r$-20-bilhoes-ate-2014-66051.html

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Festa do Divino de Paraty


DE 03 A 12 DE JUNHO DE 2011

Atribuída à Rainha Isabel (1271 - 1336),a Festa do Divino chegou ao Brasil trazida pelos colonizadores e vem acontecendo em Paraty desde o século XVIII. Realizada no dia de Pentecostes (50 dias após a Páscoa), a festa homenageia a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Pelas suas enormes proporções, envolvendo praticamente toda a comunidade, a festa começa a ser organizada um ano antes de sua realização: escolhido pela Paróquia, um "festeiro" administra dezenas de voluntários - às vezes mais de um para cada atividade, seja religiosa ou profana.

Este ano, o Divino acontece de 03 a 12 de junho de 2011. São 11 dias inteiros de missas, ladainhas, leilões, rifas, bingos, bebidas, comidas e danças típicas, e shows musicais. É notável observar-se que o Divino vem mantendo, ao longo dos séculos, o mesmo espírito comunitário, religioso e folclórico dos primeiros tempos. Alguns aspectos foram adaptados à realidade local como, por exemplo, a Folia do Divino, que foi suprimida: mas a festa se mantém imutável nos seus princípios básicos, como na distribuição de carnes aos pobres, comida ao povo e balas e doces às crianças: e os portugueses chamam de "vodos" do Divino.

O último fim de semana é o que mais trabalho requer: após a alvorada, no sábado de manha bem cedo, carne é distribuída aos pobres pelos festeiros exatamente como Dona Isabel fez 700 anos atrás. Ao meio dia, comida e bebida são distribuídos á população. De noite, na Matriz, um adolescente da comunidade é coroado Imperador do Divino, que assiste missa com seus vassalos e, logo após, recebe homenagens do lado de fora da igreja, com a apresentação da Dança das Fitas, do Xiba Cateretê, da Dança dos velhos e dos bonecos folclóricos de Paraty: o Boi, o Cavalinho, o Peneirinha e a Miota - ou Minhota, originária do Minho, em Portugal.

O Imperador e sua corte, o festeiro e dezenas de outros devotos carregando suas bandeiras, dão uma volta pela cidade arrecadando donativos e seguem para assistir missa. Em seguida, o Imperador assiste à Congada (Marrá Paiá em Paraty). Na cadeia antiga, simbolicamente ele liberta um preso. A ultima procissão acontece à tardinha, após a qual o festeiro passa a Bandeira Mestra para o festeiro do ano seguinte.

O Imperador preside as cerimônias de sua festa distribuindo lembranças e medalhas, soltando da cadeia um preso comum, como indulgência imperial, e recebe as homenagens das autoridades locais e as reverências de praxe. Na parte religiosa, preside às procissões e tem assento ao lado direito do altar, em trono ricamente ornado, ostentando as insígnias imperiais: coroa e cetro de prata.


Programação Religiosa Dia

03/06 (Sexta-feira)

06h – Alvorada festiva de abertura
12h – Repicar de sinos
19h – Saída das bandeiras da residência de festeiros. Segue em procissão para a Igreja da Matriz.
19h30 – Santa Missa Solene
De 04/06 a 10/06
19h – Saída das bandeiras, passando por residências de festeiros.
19h30 – Santa Missa Solene

Dia 11/06(Sábado)

07h – Distribuição de carnes aos mais necessitados - Cantina Paroquial
09h – Bando precatório pelas ruas da cidade
12h – Benção do almoço de confraternização do Espírito Santo
19h – Saída das bandeiras da residência de festeiros. Segue em procissão para a Igreja da Matriz.
19h30 – Santa Missa e Ladainha com a Coroação do Imperador

Dia 12/06 - DIA DA FESTA (Domingo de Pentecostes)

06h – Alvorada festiva
09h – Transladação do Resplendor do Divino Espírito Santo da residência dos festeiros, juntamente com o Imperador e seus vassalos para a Igreja Matriz.
10h – Santa Missa cantada
12h – Libertação do preso na Quadra da Matriz
13h – Distribuição de doces para as crianças pelo Imperador na Casa dos Festeiros
17h – Procissão e logo após, Santa Missa de Ação de Graças e anúncio de novos festeiros para 2012.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Desfile de Moda - BRAVA FASHION


Realização - RDZ Produções

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Lindbergh defende mobilizacao popular no debate do Codigo Florestal


O Código Florestal foi aprovado na Câmara dos Deputados e seguiu para discussão e votação no Senado Federal.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) quer corrigir o que foi aprovado na Câmara com relação à liberação aos desmatamentos das chamadas APPs (Áreas de Preservação Permanente). Ele defende uma maior mobilização popular.

“Eu acho que é fundamental o envolvimento da sociedade. A gente já teve vários momentos da história em que o povo conseguiu se mobilizar, se organizar. Então, eu sinto que há um grande apoio do povo, uma mobilização muito grande, em especial da juventude, contra o Código, que foi aprovado na Câmara. A gente tem que conseguir agora, o que? Explicar mais, falar didaticamente pra fora, o que é esse Código Florestal, e tentar organizar algum momento de mobilização social. Eu acho que talvez a coleta de assinaturas, um abaixo assinado nacional... É fundamental que a sociedade entre em campo”, rassalta.

Para Lindbergh, o Código Florestal como está, pode trazer má repercussão ao país e representar barreiras internacionais aos produtos brasileiros.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Campanha para coleta de óleo de cozinha chega às vilas residenciais


As vilas residenciais da Eletrobras Eletronuclear já estão participando da campanha “Não jogue seu óleo pelo ralo”, que visa à coleta e reciclagem do óleo de cozinha usado na região de Angra dos Reis e Paraty. Quatorze postos de coleta foram instalados em Praia Brava, Mambucaba, Vila Operária e Consag. O óleo é coletado pela cooperativa Disque Óleo, que reverterá parte da arrecadação obtida com a venda do produto para a compra de material escolar para as escolas das vilas.

A coleta de Praia Brava beneficiará a Escola Estadual Roberto Montenegro,
enquanto que a das demais vilas, a EE Almirante Álvaro Alberto.
A iniciativa já existe faz três anos e conta com a adesão de restaurantes e escolas da região, locais onde foram instalados pontos de coleta. Ela foi iniciada pelo jornal Folha do Litoral, de Paraty, em parceria com a Disque Óleo, o site Paraty.com e a Rede Dlis - Agenda 21 e conta com apoio da Eletronuclear.
A campanha será um dos focos de ação da 9ª Semana Eletrobras Eletronuclear do Meio Ambiente (Sema 2011), que acontece de hoje (30) a domingo (5), no Rio e em Angra dos Reis. No sábado (4), às 10h, haverá uma gincana ecológica na Vila Histórica de Mambucaba, em Angra, que contará com a participação de escolas da região. Na ocasião, os participantes vão distribuir folders da campanha aos moradores e um funil para auxiliar na coleta do óleo. Uma exposição sobre o projeto também estará aberta à visitação pública no local.

Produto contamina água e lençol freático

Desde o início da campanha, já foram coletados quase 400 mil litros de óleo de cozinha. Apesar de ser uma quantidade significativa, o montante representa apenas 5% do total jogado nos lixões e ralos das pias da Costa Verde, que acaba sendo despejado na Baía da Ilha Grande. Isso porque as estações de tratamento de esgoto não estão preparadas para receber a enorme quantidade de óleo de cozinha descartada pela população.
Para piorar, um litro do produto contamina cerca de um milhão de litros de água.
Mesmo o descarte do material em lixões oferece riscos de contaminação da água, na medida em que pode contaminar o lençol freático.
Mas, se a coleta for feita de forma adequada, o destino do óleo de cozinha é outro. Depois de recolhido, é transformado em matéria-prima para a produção de sabão, detergentes, biodiesel, graxas e até ração animal. Para que isso aconteça, o óleo precisa ser guardado em uma garrafa PET e entregue em um dos postos de coleta.

Os postos de coleta podem ser encontrados nos seguintes locais:

Praia Brava
• Supermercado Supermarket
• Clube Náutico de Praia Brava
• Clube Recreativo de Praia Brava
• Associação Amigos

Mambucaba
• Escola Estadual Almirante Álvaro Alberto
• Restaurante Palestrão
• Sorveteria Yopa
• Padaria
• Clube Campestre de Mambucaba

Vila Operária
• Portaria
• Hospedagem III
• Restaurante do Jarbas

Consag
• Portaria
• Restaurante do Laércio

Bourbon Festival Paraty 2011


PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL DA JAZZ DE PARATY - 2011

* Dois palcos com shows grátis de dia e de noite
* Buskers Street Band tocando nos dias 18 e 19
* Cinema
* Exposição de fotos nos dias 17, 18 e 19


DIA 17/06 - Sexta-feira

- Palco da Matriz -

21h30 - Roberto Fonseca
23h00 - Richard Bona
00h30 - Funk Como Le Gusta


DIA 18/06 - Sábado

- Palco Santa Rita -

16h00 - Danny Vincent Blues Band - part. Guippo, Natália Alvi e Marcos Ottaviano

- Palco da Matriz -

21h30 - Miranda Kassin + André Frateschi
23h00 - Playing for Change
00h30 - Erica Falls


Dia 19/06 - Domingo

- Palco Santa Rita -

16h00 - Rhandal Jazz Trio
17h30 - Paulinho Lima & Super Soul - part. Marcio Eiras

- Palco da Matriz -
19h00 - Jane Monheit
20h30 - Oito do Bem
22h00 - Maria Gadú

----------------------------------

Multisport Spirit


Fonte: http://www.paraty.com.br/noticiasparaty.asp?id=2037

Agricultura familiar é prioridade do governo e tem recorde em volume de recursos

Nessa semana, a presidenta Dilma Rousseff anunciou que o governo federal colocará à disposição, para a safra 2011-2012, R$ 16 bilhões exclusivamente para os pequenos agricultores rurais. Outra novidade é a redução dos juros do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf, a partir de julho, quando passará a operar com taxas entre 0,5% a 2%; atualmente chegam a até 4%.

Em entrevista ao Blog do Planalto, o secretário nacional de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Müller, comentou a política do governo para os pequenos agricultores e antecipou que, a partir do diálogo constante com as lideranças do setor, a presidenta Dilma prepara uma série de ações que irão impactar diretamente na vida das famílias agricultoras e fazer a economia do país girar.

Laudemir Müller comenta que a partir da injeção de recursos dessa ordem no setor de agricultura familiar – responsável por 70% da produção dos alimentos consumidos no país – o governo pretende incentivar a prática de preços justos e estáveis tanto para o agricultor quanto para o consumidor final. Na opinião do secretário, “são os alimentos justamente o que o povo, o país, precisa para crescer de forma continuada e com estabilidade”. Ele acrescenta que investir na produção agrícola é apostar na continuidade do crescimento acelerado, ao mesmo tempo em que são ampliados a geração de empregos e a distribuição de renda, com inclusão social.

“Nós temos o grande desafio de fazer esse crescimento econômico acelerado com distribuição de renda e com estabilidade. E para isso, aproveitando essa grande oportunidade de aumento de renda e de consumo que a sociedade brasileira está alcançando, nós precisamos produzir mais alimentos”, defendeu.

A criação do Programa de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) para a agricultura familiar e a unificação de normas do Sistema Único de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) também são novidades, informou o secretário. A política de preços – continuou Müller – reduz os impactos das oscilações de mercado sobre as famílias produtores rurais; já a regulamentação do Suasa visa flexibilizar barreiras para a escoar a produção agrícola para outros estados.

“Isso [a revisão do Suasa] é muto importante, é uma grande vitória para a agricultura familiar e também uma grande vitória para o Brasil”, comemorou.

Pronaf

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar financia projetos individuais ou coletivos que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. Operando com as taxas mais baixas de juros dos financiamentos rurais, o programa registra os menores índices de inadimplência entre os sistemas de crédito do país.

Para acessar o crédito – explica o secretário – as famílias devem procurar o sindicato rural ou a Emater para obtenção da declaração de aptidão ao Pronaf, que será emitida segundo a renda anual e as atividades exploradas. Os beneficiários da reforma agrária e do crédito fundiário devem procurar o Incra ou a Unidade Técnica Estadual. Já os produtores que tomaram crédito do Pronaf em safras anteriores devem ir ao mesmo banco ou cooperativa de crédito que fizeram o empréstimo e solicitar o crédito para a nova safra.

“É importante frisar que esse crédito pode ser acessado para qualquer tipo de atividade no meio rural que gere renda. Então pode ser uma atividade agrícola ou não agrícola, como por exemplo o artesanato, pode ser para custeio, para comprar semente, para comprar adubo, para fazer a safra específica do ano, ou até para investimento”, informou Müller.